Cenário Epidemiológico das Hepatites virais no Brasil

28/9/2021

height=333

Imagem: Background photo created by mrsiraphol - www.freepik.com

Segundo o boletim epidemiológico da secretaria de vigilância em saúde divulgado em jul.2021, no período de 1999 a 2020, foram notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) 689.933 casos confirmados de hepatites virais no Brasil. Os casos de hepatite A contabilizam 168.579 infectados, hepatite B 254.389, hepatite C 262.815 e por último a hepatite D somando mais 4.150 casos. Entre os anos de 2000 a 2019 no Brasil foram relatados 78.642 óbitos associados às hepatites virais A,B,C e D, sendo 1.6% relacionados à hepatite A; 21.3% à hepatite B; 76.2% à hepatite C e 0.9% à hepatite D. 

Considerando esses números a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz),   destaca que o diagnóstico precoce, tratamento e medidas de prevenção, incluindo vacinas para alguns tipos virais, podem evitar milhares de mortes e problemas crônicos no fígado.  Cabe ressaltar que o diagnóstico precoce é de extrema importância, pois em alguns casos, as pessoas contaminadas não apresentam nenhum sintoma nas fases iniciais, aparecendo apenas quando o quadro clínico se encontra agravado.

Contribuindo para um diagnóstico rápido e seguro, a Gold Analisa disponibiliza aos seus clientes, testes rápidos imunocromatográficos para a indicação de hepatites B e C que apresentam resultados em 15 minutos. 

Conheça o produto: https://bit.ly/hbsaganalisa

Para saber mais sobre o boletim epidemiológico e a noticia completa da FIOCRUZ acesse: Secretaria de Vigilância em Saúde | Ministério da Saúde Número Especial | Jul. 2021

https://portal.fiocruz.br/noticia/no-dia-mundial-das-hepatites-pesquisadoras-destacam-importancia-do-diagnostico-precoce